terça-feira, 27, fevereiro, 2024
26 C
Cuiabá

Crise deixa Servidores Públicos em alerta!

Date:

Fonte:Olhar Direto

 

Os discursos feitos na manhã desta terça-feira (01), durante o Encontro de Prefeitos, realizado na Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) levam a crer que o Governo do Estado e as prefeituras de Mato Grosso já ligaram o sinal de alerta para a grave crise pela qual o país passa. A palavra de ordem têm sido economizar, não importa o partido. Para o governador Pedro Taques (PSDB) e o presidente do PSD, Neurilan Fraga, este é o momento em que todos precisam se unir.
“Vivemos uma crise econômica e política grave. Hoje, nós vivemos gerenciando a folha de pagamento e os débitos que temos a pagar no Estado. Isto acontece 24 horas por dia. Por conta disto, estamos à procura de ativos de Mato Grosso que possam ser vendidos. Também procuramos reaver R$ 15 bilhões, trabalhamos para melhorar esta situação”, disse em seu discurso o governador Pedro Taques.
 
A palavra de Taques foi endossada pelo presidente da AMM, Neurilan Fraga: “A crise já chegou e é muito grande. No final do ano, vamos ter mais da metade dos municípios do Estado pagando salários atrasados. No Brasil, a estimativa é que isto aconteça em mais de 70% das prefeituras. Agora é a hora do somarmos esforços para enfrentar este duro momento”, comentou.
 
Por conta disto, a palavra de ordem das gestões tem sido economizar. A crise também atinge alguns setores municipais, como é a questão do transporte escolar, onde os custos têm ficado cada vez maiores. “Há um subfinanciamento de programas e a questão do transporte escolar é uma delas. Estamos desde 2010 sem reajustes nos valores repassados aos municípios. Estávamos recebendo cerca de R$ 1,82 milhão. O combustível e o custo operacional já aumentaram muito, assim como o preço das peças e os salários dos motoristas. O governo sinalizou que deve aumentar para R$ 1,90 milhão, mas ainda achamos pouco. Vamos discutir isto”.
 
Taques reconheceu que o montante repassado é pequeno, porém, ressalta que isto é o que está sendo possível no cenário atual: “Nós repassamos quase R$ 2 milhões aos municípios para a compra de óleo diesel. Sabemos que isto ainda não é o ideal, mas vamos trabalhar para melhorar. A crise não é apenas do governo federal, estadual ou municipal. A crise é geral, precisamos nos unir. Não me importa o partido do prefeito, o que eu quero é o melhor para o Estado”.

Compartilhe:

Popular

More like this
Related

Sefaz promove encontro para apresentar metodologia que será usada na elaboração das diretrizes orçamentárias de 2025

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT) promoveu,...

Servidor da Área Meio é escolhido para compor Conselho do INSS por Ministro da Previdência Social

O Servidor da Área Meio, Antoine de Arruda Souza,...

Secretário adjunto da Seaf visita sede do Sinpaig

Nesta quarta-feira (21.02), o Sinpaig-MT teve a honra de...

Sinpaig é declarado como instituição de utilidade pública pela Câmara de Vereadores de Cuiabá

https://youtu.be/OyG7F1Qnjpk?si=BTDEJf4F54-kaUPZ Na última terça-feira, 20 de fevereiro, a Câmara de...
Feito com muito 💜 por go7.com.br